o tecido japonês

Postado em Atualizado em

Interessante observar como os japonêses se comportam diante de um desastre natural. Terremotos, tsunamis, vulcões, furacões, enchentes são talvez modos violentos de expressão das intensidades que se movimentam sobre e sob a superfície terrestre…Forças desagregadoras, dispersivas, que esfacelam a ordem social.

Como é possível que o Japão se reconstrua após tantos episódios devastadores? Como é que este país se reergueu após duas bombas nucleares e tornou-se uma potência?

Vejamos o corpo cultural nipônico…Disciplina, organização, abdicação do eu em favor do coletivo, regras que cumprem uma função articuladora, ordenadora. Essa força de agregação se expressa num tecido social que, se por um lado, tem como consequências negativas uma exagerada contenção das gestualidades e dos traços individuais, além de uma sobrecarga emocional pelo excesso de auto-exigência, por outro lado esse corpo foi treinado na resposta aos comandos disciplinadores.

E a base disso não parece ser alguma ideologia autoritária instalada de cima para baixo, mas fruto de uma tradição que valoriza a contemplação, o minimalismo, a cerimônia, o respeito à regra. O Zen é uma ideologia que prosperou e recebeu contornos nesta cultura, para a qual a repetição da forma e dos rituais que dão continuidade à linhagem e preservam a tradição representa um grande valor.

É um corpo tecido nesses traços que vemos reorganizar-se, reagrupar-se após violentas rupturas e cataclismas naturais. Um corpo-bambu que se dobra sob pressão do vento, recebe o peso, cede recolhendo-se, contraindo-se…para depois bombear-se de volta para cima, reconstruir a vida e recompor a estrutura social.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s